DESCOMPLICANDO A INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA

E-Book

6/11/20233 min read

E-BOOK DESCOMPLICANDO A INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA, POR APENAS:

R$ 39,90

Quem são Ericka Holmes e Samara Santos?

Nos conhecendo em 3.2.1...

Este E-book foi desenvolvido para o público interessado em um conteúdo prático, inovador e atual.

Todo o projeto foi fundamentado na experiência das editoras, que são enfermeiras e instrumentadoras cirúrgicas, com o propósito de transmitir um conteúdo didático sem ser cansativo, acompanhado por imagens em alta resolução que se relacionam com os textos.

Destinado a estudantes da área da saúde, pessoas que desejem ingressar no campo da saúde sem nível superior também podem utilizar este material como base para trilhar em busca de seus objetivos profissionais.

Qual é o conteúdo do nosso E-Book

Nosso primeiro E-Book apresenta um conteúdo dinâmico e atualizado que aborda os fundamentos da Instrumentação Cirúrgica de forma descomplicada, oferecendo dicas sobre como superar as expectativas e se tornar um instrumentador de excelência!

ZONEAMENTO DA MESA CIRÚRGICA, VOCÊ GOSTARIA DE SABER MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO?

O zoneamento de uma mesa cirúrgica é uma prática essencial em ambiente cirúrgico, com o objetivo de garantir a organização e a segurança durante os procedimentos. Consiste na distribuição estratégica dos instrumentos e materiais necessários em áreas específicas da mesa, de acordo com sua utilidade e relevância no momento da cirurgia.

Geralmente, a mesa cirúrgica é dividida em zonas distintas, cada uma com sua função e disposição específica. As principais zonas são:

  1. Zona estéril: É a área central e restrita da mesa, onde o campo operatório é estabelecido. Aqui, são colocados os instrumentos estéreis e outros materiais de uso imediato pelos cirurgiões, como pinças, bisturis, tesouras e outros.

  2. Zona limpa: É a área ao redor da zona estéril. Nesta região, ficam dispostos os instrumentos e materiais previamente esterilizados, mas que ainda não entraram em contato direto com o paciente. É importante que apenas profissionais devidamente paramentados toquem nesses itens.

  3. Zona suja: É a área mais externa da mesa, onde são colocados os instrumentos e materiais já utilizados durante a cirurgia. Essa zona deve ser evitada pelos profissionais estéreis, para que não haja contaminação cruzada.

Ao adotar o zoneamento da mesa cirúrgica, a equipe médica pode realizar procedimentos de forma mais eficiente e segura, minimizando riscos de infecções e outros problemas associados à desorganização no campo cirúrgico. Além disso, a organização adequada dos materiais contribui para uma melhor fluidez do procedimento, aumentando a eficácia e a qualidade dos resultados obtidos.